BRASIL TEM 29 HOMICÍDIOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR DIA

Home »  NOTÍCIAS »  BRASIL TEM 29 HOMICÍDIOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR DIA

BRASIL TEM 29 HOMICÍDIOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR DIA

 

Por Viviane Petinelli

As crianças e adolescentes estão em constante risco no país. O Brasil ocupa o terceiro lugar em homicídios de crianças e adolescentes de 10 a buy levitra nz hours 14 anos em um conjunto de 85 nações analisadas, segundo Relatório “Violência Letal Contra as Crianças e Adolescentes do Brasil” da Flacso (Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais)1. Com uma taxa de 16,3 homicídios na faixa de 1 a 19 anos por cem mil habitantes, o Brasil está atrás apenas de México e El Salvador, de acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). Em 2013, último ano da pesquisa, foram assassinados 10.520 crianças e adolescentes no país, o que corresponde a uma média de 29 casos por dia.

Apesar de os números serem ainda altos e chocantes, o ritmo de crescimento da violência contra crianças e adolescentes vem caindo desde a década de 1980. O estudo mostra uma queda na taxa de homicídios de 174% na década de 1980 para 63% na década de 1990 e 7% na primeira década do século 21. No entanto, houve aumento do número total de assassinatos entre 2010 a 2013. A média de 7% da década anterior subiu para 21% nos últimos quatro anos, como mostra a figura abaixo.

NOTICIA 1 AGOSTO

Os dados de http://www.cialisgeneriquefr24.com/medicament-cialis-prix/ 2013 mostram que as mortes por causas externas, sobretudo por homicídio, superam as provocadas por causas naturais a partir dos 14 anos de idade e atingem o pico em termos proporcionais no final da adolescência. Os homicídios representam em torno de 2,5% do total de mortes até os 11 anos de idade das vítimas e 6,7% das mortes de adolescentes de 12 anos. De 6,7%, a taxa de homicídios salta para 25,1% aos 14 anos, atingindo seu pico de participação aos 17 anos de idade, quando passa a corresponder por 48,2% das mortes de adolescentes no país.

Em números absolutos, a Bahia teve o maior número de assassinatos de crianças e adolescentes em 2013, com 1.171 casos. Ao considerarmos a taxa por cem mil habitantes, porém, o que se constata é que Alagoas apresenta a maior taxa de homicídios, sendo 43 casos em 2013. Entre as capitais, Fortaleza tem as estatísticas mais altas, tanto em números absolutos (651) quanto na taxa por cem mil habitantes (81). Em 2003, a capital cearense era a terceira menos letal para crianças e adolescentes. Em dez anos, sua taxa por cem mil habitantes cresceu 756%.

Fonte: http://flacso.org.br/?p=16212

Notas:

  1. O estudo tem como base dados do Sistema de Informações de Mortalidade, do Ministério da Saúde, e compila estatísticas disponíveis desde 1980 e se encontra disponível em: http://flacso.org.br/?post_type=publication&p=16214.

 

Comments are closed.

CADASTRE-SE EM

NOSSA NEWSLETTER

E RECEBA TODAS AS NOVIDADES NO SEU E-MAIL